Livro_O_Ninja_Corporativo_ClienteSA

O Ninja Corporativo – As artes marciais aplicadas nos negócios

Bem amigos leitores, estou aqui mais uma vez compartilhando conhecimento com vocês.
Seguindo a linha do meu parceiro Deivid $iqueira, trago neste post relatos de um livro também.

O livro é “O Ninja Corporativo” no mínimo um nome diferente para o mundo de vendas e negociações, mas digo lhes que hoje quem é ninja está na frente quando se fala em estratégia e inovação.

Trabalhando mais de 30 anos no mercado de eletrônicos Gary Shapiro autor do livro é presidente e CEO da Consumer Electronics Association (CEA), a associação que representa mais de duas mil empresas de eletrônicos de consumo. além de produzir a Consumer Eletronics Show (CES), a maior feira de eletrônicos do mundo. Autor de outros livros, colunista de revistas e jornais bem importantes no mundo dos negócios.

Vou trazer em um resumo o que achei de mais interessante nos 10 capítulos do livro, onde no primeiro já traz no título algo muito pertinente a histórias de sucesso “Sua meta é a vitória”.
São fatos de empresas e pessoas que marcaram época como: Thomas Edson, Steve Jobs, Jeff Bezos, IBM, Microsoft, entre outros. Por ser um profissional que atua na parte de tecnologia Gary vai trazer cases de sucesso mais voltados da área tecnológica. Mostra o quanto empresas de áreas automotivas, petrolíferas e de outros tantos seguimentos perderam espaço para empresas da parte tecnológica. Para não perder o espaço e não ser sucumbidas por novas empresas, as “grandes” do mercado tiveram que mudar e se adaptar essa nova era. Já no capítulo três o assunto é algo muito comum nos dias de hoje, que é o fracasso.

A cultura brasileira tem certas dificuldades de lidar com projetos que não deram certo, pois quando isso acontece é sempre um motivo para desistir e transferir a culpa. Digo que é uma cultura pois crescemos ouvindo de nossos pais a profissão, caminhos e objetivos que deveríamos seguir. Mas tudo isso é questão de visão e opinião na verdade, pois o que é bom para você pode ser ruim para mim da mesma forma ao contrário. Os norte americanos lidam de uma forma bem diferente com o fracasso, para eles é uma NOVA FORMA de não fazer algo. É trabalhado o mental de cada individuo que na “queda você cresce mais”, isso com certeza te deixa mais forte. Os Ninjas do Japão feudal eram os guerreiros que buscavam as melhores estratégias para que os Samurais executassem em batalha. Então para os ninjas o fracasso era muito preocupante pois uma falha comprometia toda uma guerra, mas da mesma forma todos tinham um treinamento diferenciado e sabiam lidar com os erros. Para ser um ninja era preciso passar por um ritual de aprendizado, diferente dos Samurais que viam já de uma hierarquia familiar.

Comparar esses exemplos do ninja feudal com o mundo dos negócios dos dias atuais é muito fácil pois existe pouco ninja em nosso mercado, ou seja, poucas empresas e pessoas fazendo a diferença. Gosto e indico muito do Humorista e Palestrante Murilo Gun, que incentiva muito a criatividade em seus cursos, podcast e palestras. Recentemente em um dos seus Podcast que ele chama de “Guncast” citou que as empresas querem o “prazer antes do suor” e desta forma acabam se frustrando e não alcançando seus objetivos. Existe todo um trabalho e preparação antes de qualquer vitória, só se consegue isso sendo diferente e criativo nas ações.

A criatividade que o Murilo fala é esta ligada ao que Gary Shapiro traz. Um expressão muito utilizada no livro é “Inove ou Morra”. Empresas antes que duravam 5, 10 , 15 anos trabalhando da mesma forma, nos dias de hoje não duram 2 anos. Gosto muito de filmes, e como o assunto é ninja um filme que marcou época para mim foi o “Um ninja da pesada” com a ilustre e impecável atuação do já falecido ator Chris Farley. Eu trago aqui esse exemplo pois é bem o que o que os dias de hoje precisa, alguém criativo, perseverante e bondoso em suas ações. Não precisamos estar no estágio perfeito para começar e sim fazer o melhor de nós mesmos. Acredito que essa é uma das dicas que o filme traz, pois o ator principal na questão física e mental estava longe de ser um ninja. O que tornou ele diferenciado e aceito pelo clã foi sua persistência por uma “causa”. Empresas que tem suas causas bem definidas, sabem onde desejam chegar e lutam pela melhoria dos serviços ganham mais do que clientes mas sim  a credibilidade por prestado um bom serviço e “seguidores” em todas redes sociais.

ninjadapesada

Existem vários mitos sobre os ninjas desde suas roupas até sua filosofia de vida. Uma das maiores características distintivas do guerreiro ninja era a capacidade de agir sem ser detectado. Os ninjas eram utilizados em momentos de extrema necessidade e cautela, pois ninguém era capaz de realizar missões que eram destinadas aos ninjas. “Só para questão de informação mas é praticamente improvável que os ninjas tenham utilizado essas roupas pretas, isso foi Hollywood que trouxe.”

Empresas assim como a Amazon que revolucionou o mercado de entregas online e suas concorrentes esperam sua próxima inovação para se basear. Talvez uma das maiores qualidades da Amazon foi agir sem ninguém perceber seu plano, ou seja, planejar tudo para um ataque surpresa. A chave inicial de um projeto é o SEGREDO. No primeiro momento quando tudo ainda esta encubado e no embrião, guarde só para você e os envolvidos.
Brainstorming “chuva de ideias” é uma ferramenta crucial que garante que as melhores ideias sejam expostas e seu sucesso depende da disposição dos participantes de se envolver. Isso tanto no inicio de um projeto como no decorrer, sempre é importante fazer reuniões produtivas para o crescimento de um produto, setor, pessoas e claro a empresa.  Gary trouxe todas essas técnicas com anos de disciplina onde conquistou a faixa preta no tae kwon do e conseguiu aprimorar tudo isso no mundo dos negócios, mas o mesmo afirma.

“Apesar de as artes marciais serem uma arte, ser um ninja é uma profissão”

osninjas

 

 

 

Bom minha reflexão sobre o livro acaba por aqui. Mas você pode participar com seus comentários, ideias e sugestões.

Encerro com uma frase que tem no livro e para mim resume muito o que é ser um ninja nos dias de hoje.

“O modo como reagimos á mudança não apenas revela a nossa capacidade de adaptação como também decide a nossa felicidade.“

É um prazer poder compartilhar esse conhecimento 😉

Forte abraço!!!

 

Henrique Bueno

livro_jgirard_como_vender_qualquer_coisa
spin-selling-book

Deixe uma resposta